MATRIZ SOLIDÁRIA

 

Sempre no último domingo de dezembro, antes do Natal, acontece o "Matriz Solidária".
Um evento realizado desde o início da Casa Cultural Matriz, para a arrecadação de alimentos e brinquedos que são destinados à entidades de assistência à crianças carentes, em Belo Horizonte.
Todas as doações arrecadadas no evento serão entregues às seguintes entidades: Creche Dora Ribeiro (Bairro Providência), Creche Gilmara Iris (Bairro Novo Tupi), Creche Etelvina Caetano de Jesus (Bairro Primeiro de Maio) e Obras Educativas Jardim Felicidade (Bairro Jardim Felicidade).

 

Espaço voltado às mais diversas manifestações da cultura alternativa, a Matriz sempre foi o principal palco, em Belo Horizonte, para cena autoral e independente. O projeto "Matriz Solidária", desde sua origem, em 2001, dá destaque à cena autoral na sua programação.

 

MATRIZ SOLIDÁRIA 2017

Este ano, comemorando 15 anos de edição, a Matriz Solidária 2017 terá formato de virada musical. A festa começa no dia 16 de dezembro, sábado, à partir das 15H, e termina domingo, às 7H30. No palco, Softstone, Horizonte, Gato Feio, Regali Blues Band, Erotic Travers, Não Não-Eu, Kaust, Jota Quércia, Do Rosário, Os 4 Ventos, Desejo Terrível, Cadelas Magnétias, Carmen Fem, Roboto, Slama, Pelos e Suspense, são as bandas escaladas que arrancarão o fôlego do público.
E, este ano, a noite é dos DJs Conde Stradh, Beavis e Marcus. O vídeo Acaiaca da banda Do Rosário (Homenagem aos 120 anos de BH), também será exibido.

ENTRADAS: $5 + 1 brinquedo ou 1 kg de alimento (não perecivel).

MAIS SOBRE AS BANDAS

     

PELOS

A Pelos é uma dessas bandas essenciais para a compreensão do cenário rock de Belo Horizonte. Batizada originalmente de “Pelos de Cachorro”, a banda foi criada por jovens moradores do Aglomerado da Serra e ganhou espaço entre outros trabalhos importantes do cenário da capital. O trabalho, que agora segue novas direções, refletindo o universo musical diverso dos seus integrantes, começou inspirado na cena pós-punk dos anos 80. A banda faz rock do seu jeito, com a sua linguagem. Mesmo que carregue as referências iniciais em seu DNA, há muito mais identidade, fruto dos anos de estrada e diálogos realizados neste período. Pelos traz no currículo os EPs “Olho do Mundo” (2012), DVD “Pelos - Um Filme Ensaio” (2010), além do “Memorial dos Abismos” (2008) e apresenta agora o seu terceiro disco intitulado “Paraíso Perdido nos Bolsos”. (Release Por Roger Deff)

 

 

CADELAS MAGNÉTICAS

A distopia punk das Cadelas Magnéticas
Unindo rock e poesia marginal, as Cadelas Magnéticas mostram, pela primeira vez, o caldeirão de palavras tortas e ritmos esquisitos no primeiro EP, “Encruzilhada”.
Não por acaso, uma pitada dessa utopia às avessas se reflete na sonoridade noise das guitarras de Kim Gomes e Fábio Corrêa, nos versos ácidos de Gilcevi, na cozinha pesada e pós-punk de Mauro Novaes e Vinícius França. As letras revisitam personagens e imagens confessionais, sob o pano de fundo de uma Belo Horizonte às margens e na penumbra.

REGALI BLUES BAND

A Regali Blues Band volta aos tempos gloriosos da vertente musical que deu origem ao rock and roll e apresenta seu primeiro trabalho, o EP "Fhater's House". Resgatar as canções embaladas ao som da guitarra melancólica e das gaitas viscerais é o objetivo do trio formado por Rafael Regali (guitarra e voz), Babys Regali (bateria) e Lucas Sá (baixo).

 

 

DESEJO TERRÍVEL

Quando a constância dos ruídos de garagem se mescla no caldo psicodélico, as experiências flutuam. O cotidiano ultrapassa o trivial e ecoa instintos, urgindo o perigo de se transitar no limite entre a realidade e o delírio. A existência, porém, é uma viagem compartilhada.
Acompanhado pelas guitarras de Dada Corrêa, os teclados de Érico Temponi e pela cozinha formada pelas baquetas de Mauro Novaes e o baixo de Vinícius França – a mesma de Herói do Mal e Cadelas Magnéticas –, o quinteto belo-horizontino conduz o ouvinte em uma jornada pela natureza humana e suas vontades mais cabulosas através de influências que vão do proto-punk à psicodelia brasileira.

Não Não-Eu

Não não - eu é uma carga de emoção contida e de desejos escondidos.
A banda Não Não-Eu é um trio formado em Belo Horizonte por Pâmilla Vilas Boas (vocal, guitarra, synths), Cláudio Valentin (baixo, synts) e Thiago Carvalho (bateria) e lançou este ano o disco de estreia, homônimo, pelo selo PWR Records. O trabalho foi elogiado pelos principais veículos de música independente do país, tais como Tenho Mais Discos Que Amigos, Miojo Indie, Revista Noize, New Yeah Música, e muitos outros. Em dezembro deste ano a Não Não-Eu entrou para o catálogo da label Blade Recods do Texas que está distribuindo a banda nos EUA. O grupo realizará ainda uma turnê em janeiro de 2018 que passará por Sorocaba, São Paulo, Rio de Janeiro, Petrópolis e Juiz de Fora. 

 

 

SOFTSTONE

Banda Mineira de rock autoral com influência de bandas como Queens Of The Stone Age, The Strokes e Cage The Elephant.

HORIZONTE

A Horizonte foi criada em 2012 com o objetivo de fazer um som pesado, veloz e melódico. Durante seu primeiro ano, guardamos todas as músicas que foram feitas apenas em nossas memórias, pois não havia ambição e gravar um disco ou se tornar de fato uma banda independente.
Em 2015, a banda deu um passo além, lançou seu primeiro disco chamado "Princípio, Meio e Fim" que encerra o ciclo da fase inicial da banda e marca a nova jornada quem vem a frente.

 

 

ROBOTO

Guitarra, baixo e bateria. Com esta fórmula definida, Bernardo, Breno e Rafael (oriundos de diversas bandas criadas na efervescência das décadas de 1990 e 2000, como Collen, Watermelons, La Sangria, Simple Life e Dee Dees) juntam suas influências, as quais atravessam do punk ao experimentalismo, com o objetivo de criar canções simples, porém sempre com muito a dizer.

KAUST

Com a proposta de ter um trabalho que não se encaixasse em um rótulo de estilo ou vertente, tendo como incentivo e exemplo o “Camaleão” Bowie, a Kaust vem produzindo canções que misturam todas as suas influências, atingindo uma sonoridade hora sombria, com riffs de guitarra lúgubre e letras melancólicas, hora com um som mais dançante, que cria uma atmosfera futurista/psicodélica, com efeitos de guitarra, baterias hipnóticas, e letras de cunho social/ político. Estão presentes também a sonoridade crua, abstrata, o folk, e letras que falam do cotidiano, relações humanas, e outros. A banda lançou pelo selo Salitre Records o EP “Insana inocência” em junho de 2017.

 

CARMEN FEM

Para o Matriz Solidária deste ano o Carmen vai, pela primeira vez, apresentar seu novo formato, com sintetizador e elementos eletrônicos. O show apresentará as canções do EP e inéditas sobre temas cotidianos alternando o pop ensolarado, a energia do punk e uma lírica ácida e irônica tratando de forma direta, irônica e ao mesmo tempo filosófica temas cotidianos como o padrão da tomada, telemarketing, empoderamento feminino, vida de estudante etc.

 

OS 4 VENTOS

A banda "Os 4 ventos" pode ser melhor descrita como um arranjo de guitarras distorcidas e baixo em meio à marcação frenética da bateria numa pegada de samba alucinado. Batucadas de bongô enlançando-se a vozes brandas, gritos fortes, palmas, berros e corpo dançante. Verdadeiramente, um som difícil de ser classificado, determinado ou categorizado por algum estilo musical. "Os 4 ventos" se propuseram a buscar o caminho da experimentação pretendidos a encontrarem a canção original. Não é uma caminhada feita de qualquer maneira de forma estrambelhada. É um caminhar consciente, ousado, corajoso e fervoroso rumo as terras vermelhas do coração.

 

JOTA QUÉRCIA

Os ex-integrantes da banda Cães do Cerrado, André “Gigopepo” Persechini (Guitarra, Vocal e Bateria) e Paulo “Malibu” Souza (Bateria, Guitarra e Vocal) se reunem novamente para continuar fazendo o que já faziam, só que desta vez com 80% a menos de integrantes na banda e produção de Fernando Bones, baixista da banda Aldan.
O resultado deste MIX de sentimentos é o disco “Nossa Relação é Estritamente Profissional” cujo nome foi dado para já responder às possíveis insinuações sobre a natureza do relacionamento de Gigopepo e Malibu.

 

 

 

VÍDEOS

Preparamos uma seleção no youtube com as bandas do Matriz Solidária 2017. Confira!

 

 

PRÓXIMO EVENTO

MATRIZ SOLIDÁRIA 2017

16 DEZ - sábado 15H até 7H30 de domingo

APOIO